sábado, 28 de novembro de 2009

FÉ, COM UMA ALEGRIA INDIZÍVEL E CHEIA DE GLÓRIA!





Meus prezados e amados irmãos, Paz e Graça a vós outros, da parte de nosso Deus e Pai e do Senhor Jesus Cristo!


Os assuntos principais desse meu blog serão O ARREBATAMENTO DA IGREJA (evento em que nós subiremos com Cristo para participar da Ceia das Bodas do Cordeiro) e A SEGUNDA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO (evento em que nós desceremos com Cristo à Terra, após a Ceia das Bodas do Cordeiro).


E pense nuns assuntos maravilhosos e empolgantes!!!!


Estes, aliás, eram os assuntos que enchiam de exultação, com uma alegria indizível e cheia de glória, os crentes do passado e que também aguardavam o Senhor Jesus. Vejamos o que nos diz o capítulo 1 e os versos seguintes, da primeira carta do Apóstolo Pedro:


3
Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,
4
para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros
5
que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo.
6
Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações,
7
para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo;
8
a quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória,
9
obtendo o fim da vossa fé, a salvação da vossa alma.


E, hoje, o clamor, a alegria e a exultação do Espírito Santo e de todos os que aguardam o Senhor Jesus, é o mesmo do livro da Revelação de Jesus Cristo (vejam os textos abaixo), pois está chegando o dia do grande encontro do Senhor, com a Sua amada noiva, a Igreja: 


"O Espírito e a noiva dizem: Vem! Aquele que ouve, diga: Vem! Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida." Apocalipse 22:17.


"Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos." - Apocalipse 19:7,8.


Quem não aguarda o Senhor Jesus com tal ansiedade no coração, e, principalmente, quanto ao desejo em querer vê-Lo como Ele é?! Deveras, muitos há que amam a vinda do Senhor, apesar de não vê-Lo. Mas que esse relacionamento de amor, entre eles e o Senhor, os torna possuidores de uma fé exultante, cheia de alegria, sem explicações, gloriosa! Vejamos os escritos dos Apóstolos Pedro e João:



a quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória,


Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê-lo como ele.




Sim, devemos ser encontrados entre aqueles que amam a sua vinda e que jamais o dia do arrebatamento nos pegue desprevenidos. Queremos, sim, receber também, das mãos do Senhor, a tão preciosa coroa da justiça, revelação esta que o Espírito Santo deu a Paulo, e que este a repassou a Timóteo, e que chegou ao conhecimento de cada um de nós, através das Escrituras: "Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda." - II Timóteo 4:8. 


Aceitemos as exortações do Apóstolo Pedro, em sua segunda carta, capítulo 1, versos de 3-11, abaixo transcritos, que nos motivam a possuir atitudes práticas, que nos ajudarão a confirmar a nossa vocação e eleição, e, também, nos permitirão evitar a inatividade e a infrutuosidade, no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, enquanto O aguardamos para esse primeiro evento, que é o arrebatamento da Igreja:


3
Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude,
4
pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo,
5
por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento;
6
com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade;
7
com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor.
8
Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.
9
Pois aquele a quem estas coisas não estão presentes é cego, vendo só o que está perto, esquecido da purificação dos seus pecados de outrora.
10
Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum.
11
Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.


O anseio do Apóstolo Paulo, para que os irmãos de Roma tivessem uma fé cheia de gozo e paz, foi registrado da seguinte forma: "E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo." Romanos 15:13. Na verdade, esse é o anseio de toda a Trindade!


Portanto, meus amados irmãos, fiquemos atentos ao ressoar da trombeta de Deus. Em breve o Senhor Jesus virá! E enquanto Ele não vem, atentemos, porém, para as exortações, abaixo, das Sagradas Escrituras, quanto à criteriosidade, sobriedade e irrepreensibilidade que devemos manter, perante Deus e os homens, guardando-nos no amor do nosso Deus e Pai, e permanecendo firmes na nossa confissão, para, ao final de tudo, podermos tomar posse de todas as heranças a que fomos chamados a participar:


I Pedro 4:7 Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações.


II Pedro 3:14 Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis,


Judas 1:21 guardai-vos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna.


Hebreus 10:23 Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.


Hebreus 6:18 para que, mediante duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, forte alento tenhamos nós que já corremos para o refúgio, a fim de lançar mão da esperança proposta;


E a nossa segurança está no fato de que, quem fez a promessa, é fiel e não mente! 


Maranata! Ora vem Senhor Jesus!


Um grande abraço!